1 – Terrorismo: Na sequência de um novo e dramático atentado terrorista em Bruxelas, em plena Europa, perpetrado pelo movimento radical islâmico (Daesh), quero manifestar a minha total solidariedade para com o povo belga e para com todas as vítimas e seus familiares. O coração da Europa foi atacado através de ataques cegos, cobardes e soezes realizados por alguns que pretendem criar uma cultura do medo e do terror. No entanto, o mundo livre e tolerante tem de conseguir resistir e fazer prevalecer a cultura dos direitos, liberdades e garantias.

2 – Terrorismo 2: O Parlamento aprovou por unanimidade o Voto de Condenação e Pesar alusivo a estes atentados, apresentado pelo PS, onde é reafirmado que “Estes ataques não farão imperar o medo ou o preconceito, nem esmorecer a coragem no combate ao terrorismo e às suas causas, um esforço persistente que envolve múltiplas dimensões. Dure o que durar esse combate, o que importa é que as sociedades abertas nunca se deixem fechar e se mantenham sempre fiéis aos valores do Estado de Direito Democrático”.

3 – Educação: O Ministério da Educação (ME) após auscultar os seus órgãos consultivos, as escolas e os parceiros educativos, decidiu criar um “ano zero” para o novo sistema de avaliação e aferição no ensino básico e secundário. Ou seja, face às reservas manifestadas pelos agentes educativos (ainda que uma minoria) quanto à sua capacidade para implementar o novo sistema de avaliação/aferição já este ano letivo, o ME definiu que, este ano, cada escola deverá adotar o sistema que considerar mais adequado à sua condição. Esta capacidade de ouvir quem está no terreno e de conferir aos agentes educativos a responsabilidade e a autonomia para assumirem as opções que melhor julgam servir às respetivas comunidades, causou estranheza à oposição, mas a meu ver revela confiança no sistema e uma postura de diálogo com as escolas.

4 – Sociedade Musical e Desportiva de Caneças: Tal como tinha anunciado na última crónica, tive a honra e a satisfação de participar na sessão comemorativa do 136º aniversário da Sociedade Musical e Desportiva de Caneças (SMDC), que teve lugar no passado fim-de-semana. Ao longo da sua vida, a SMDC demonstrou grande capacidade para vencer as adversidades e de se afirmar como o coração cívico, desportivo e cultural de Caneças. Foi um momento de festa e celebração sempre renovada que contou com a excelência musical da banda da SMDC, sempre superiormente dirigida pelo seu envolvente maestro. Mais uma vez os Vocálise semearam alegria e qualidade vocal. Como demonstração do meu reconhecimento e amizade de sempre (e para sempre) ofereci à Sociedade um instrumento musical, um tamborim, depositado no Presidente da Sociedade, Rui Simões. Parabéns renovados.

5 – Pólo Cívico do Vale do Forno: E, também por cá (pelo concelho de Odivelas), regressei, uma vez mais, ao Pólo Cívico do Bº. Vale do Forno. Para além de (re)visitar as instalações, tive oportunidade de almoçar com dezenas de utentes do equipamento social, acompanhada pelo Presidente da Câmara Hugo Martins e pela Vereadora Fernanda Franchi. Além do convívio, o encontro serviu para, agora como deputada, atualizar as preocupações e conhecer os novos anseios, quer da própria instituição, quer dos utentes e da comunidade residente na Vertente Sul. Este Pólo Cívico, acolhe também 58 crianças em idade pré-escolar, a quem ofereci os (devidos) “Coelhinhos da Páscoa” de chocolate, claro, o que causou uma onda de alegria e de carinho que me fez revitalizar o ânimo e, sobretudo, redobrar a confiança quanto ao futuro deste nosso Concelho.

Em vésperas de mais um período festivo, quero desejar a todos(as), uma santa e feliz Páscoa, fazendo votos de que cada um(a) de vós tenha também a capacidade de renascer e se aperfeiçoar a cada dia.

Susana Amador
Samador@ps.parlamento.pt
Deputada
à Assembleia da República
Vice Presidente do GP/PS